Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gulinha.

Peixe, carne, legumes. Entradas, sobremesas, petiscos. Experiências. Dicas. Erros. Um forno temperamental. Mesas para dois ou para dez. Dias bons, muito bons e assim-assim. A minha cozinha tem de tudo. E é o meu sítio mais feliz.

Peixe, carne, legumes. Entradas, sobremesas, petiscos. Experiências. Dicas. Erros. Um forno temperamental. Mesas para dois ou para dez. Dias bons, muito bons e assim-assim. A minha cozinha tem de tudo. E é o meu sítio mais feliz.

Gulinha.

18
Out17

Nunca falha, o bacalhau.

Bacalhau à Brás

 

Quando eu era miúda não gostava lá muito de bacalhau. E mesmo hoje ainda não tenho aquela "paixão" por ele que aparentemente une 99% das almas lusitanas. Se emigrasse não seria, de todo, o alimento de que sentiria mais falta. Não é que não goste – porque gosto, e muito. Sobretudo de determinadas receitas. Mas daí àquela veneração tão portuguesa...

 

Voltando a quando eu era miúda e a quando não achava graça nenhuma a bacalhau: havia uma exceção. Era Bacalhau à Brás. Eu pedia à minha mãe, de coração, que ela fizesse bacalhau à Brás. Ora, ao contrário de mim a D. Fernanda põe o bacalhau acima de todas as coisas, mas no à Brás não estávamos de acordo. Eu adorava; ela nunca gostou muito. Mas às vezes lá fazia. E aquilo é que era dia de festa, para mim!

 

Desde aí já dei a volta completa. Primeiro deixei de gostar, depois voltei a gostar mas ficava enjoada sempre que comia, e por fim desisti mesmo de o comer.

 

Até ontem. Porque ontem, a pedido do mais-que-tudo, fiz bacalhau à Brás. Não estava propriamente entusiasmada com a ideia – pelo à Brás, não pelo bacalhau... Mas fiz as pazes com o dito! Ficou mesmo, mesmo bom. Nem seco, nem enjoativo, nem com gordura a mais, nem com sal a menos... Por incrível que me pudesse parecer antes de o provar, vai mesmo entrar para os pratos de bacalhau cá de casa. (Que são muitos, note-se – desde o bacalhau assado e desfiado a bacalhau espiritual, passando por salada de bacalhau e coentros ou bacalhau à Gomes de Sá.)

 

Bacalhau à Brás

 

É claro que isto se faz mais ou menos da mesma maneira em todo o lado. Mas fica aqui a receita cá de casa.

 

---

 

sep receitas.png

Bacalhau à Brás

Ingredientes [para duas pessoas]:

2 boas postas de bacalhau [cerca de 300 g no total]

160 g de batata palha

1 cebola grande

1 dente de alho

1 folha de louro

1 molhinho de salsa

5 a 6 ovos

Azeite, sal, vinho branco, pimenta branca e azeitonas q.b.

 

***

 

Bacalhau à Brás

 

Primeiro que tudo, desfie o bacalhau e reserve. (Não precisa de ficar com tiras finiiiinhas, mas também não quer bacalhau aos pedaços. No meio é que está a virtude...)

 

Num tacho, ou numa frigideira grande, coloque azeite e leve ao lume a aquecer. Quando estiver quente, junte a cebola picada (ou em meias-luas, se preferir), o alho e a folha de louro. Deixe o refogado dourar muito bem, refresque com um pouco de vinho branco, deixe ferver ligeiramente e a seguir junte o bacalhau e a salsa picada (reserve um pouco, para decorar). Mexa suavemente, tempere com pimenta branca, ponha o lume o mais baixo possível e deixe apurar, envolvendo com frequência. 

 

Passados uns cinco minutos (isto é, quando o bacalhau já tiver alguma cor e ar de cozinhado), junte 120 g de batata-palha. Envolva, envolva, envolva, e tire do lume. Procure a folha de louro e tire-a do tacho.

 

Bata os ovos com um pouco de sal e junte-os ao bacalhau. Junte também a batata-palha que ainda falta acrescentar. Misture, leve novamente o tacho ao lume (brando, para que os ovos não cozam demais) e continue a envolver.

 

Quando estiver pronto – não deixe passar do ponto, para não ficar com uma espécie de ovos mexidos em vez de um bacalhau cremoso – transfira para uma travessa e decore com a salsa que sobrou e com as azeitonas.

 

E está feito! :)

 

Bacalhau à Brás

 

sep notas.png

 

Notas:

* Se quiser comprar bacalhau já desfiado é claro que pode comprar! Eu é que sou eternamente pelo bacalhau comprado inteiro, que demolho em casa e ao qual depois vou dando diferentes destinos. Pesa menos na carteira e ganha muito em sabor.

 

* A quantidade de ovos é um bocadinho "a olho". E depende da consistência que preferir. Eu comecei com cinco e acabei por juntar mais um (eram M).

 

Bacalhau à Brás

2 comentários

Comentar post

Sofia.

Mais Gulinha.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dar sangue. Dar medula. Dar vida.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D